GUIA COMPLETO SOBRE GERADORES DE OZÔNIO, MISTURADORES DE GASES, ANALISADORES DE GASES E SUAS DIVERSAS APLICAÇÕES

1. Introdução - Ozônio na conservação de alimentos

Recentemente, a crescente demanda em como prolongar a vida útil, controlar a decomposição e o amadurecimento dos produtos alimentícios (sem depender de conservantes ou produtos químicos prejudiciais à saúde), provocaram um aumento da procura por alternativas seguras e comprovadas de armazenamento de alimentos.

Visando atender a demanda, algumas empresas vem utilizando geradores de ozônio como ferramenta para desinfetar, de forma segura, armazéns ou locais de armazenamento.

Neste caso, note que o ozônio se encontra na fase gasosa e em baixas concentrações, sendo capaz de eliminar microorganismos aerotransportados e de superfície.

Adicionalmente, o ozônio interrompe o processo de esporulação e consome etileno produzido pelo amadurecimento.

Depois de oxidar os microrganismos, o ozônio imediatamente se reverte para oxigênio puro, não deixando nenhum resíduo e mantendo as características de sabor, textura e cheiro no estado natural do produto.

Gerador de Ozônio - alimentos

Produtores agrícolas, embaladores, processadores e transportadoras de alimentos são capazes conservar e estender por mais tempo (maior tempo de validade) a vida do produto alimentício e respectiva comercialização, bem como diminuir as perdas por deterioração de produtos frescos naturalmente.

Analisadores de ozônio estacionários, os quais controlam os geradores de ozônio são de extrema importância em estoques ou armazéns refrigerados.

Se o container ou armazém refrigerado conter uma baixa concentração de ozônio, todos os benefícios podem ser desperdiçados. Por outro lado, uma alta concentração de ozônio no mesmo container refrigerado, pode danificar o alimento armazenado.

Analisadores de ozônio portáteis são úteis para verificações pontuais, calibração de monitores fixos, verificação de áreas do estoque que não são alcançadas pelos analisadores de ozônio estacionários/fixos, saúde e segurança em geral.

Adicionalmente, um analisador de ozônio localizado próximo ao gerador é recomendado como medida de segurança para desligar o gerador em caso de vazamento.

Esses tipos de aplicações geralmente requerem proteção contra poeira e água para reduzir a contaminação do sensor e estender sua vida útil.

NOVIDADE

Agora temos nossa loja virtual !

2. Ozônio no processamento de alimentos

Já em 2001, a agência reguladora americana (FDA) liberou o uso de ozônio, um gás que é um forte agente oxidante capaz de atuar como desinfetante e agente antimicrobiano, para contato direto com alimentos. O ozônio pode controlar micro-organismos de todos os tipos sem produzir subprodutos halogenados. Os usos do ozônio incluem o tratamento de água engarrafada, refrigerantes, água de processo para reutilização, água de torre de resfriamento, água para lavagem de equipamentos de processamento e manuseio de alimentos.

Aplicado na fase gasosa, o ozônio também encontrou aplicações no controle de odores e mofo e no armazenamento e embalagem de produtos agrícolas colhidos e alimentos processados.

Quando aplicado, o ozônio se decompõe, retornando ao oxigênio de que foi feito, não deixando resíduos químicos do agente antimicrobiano nos produtos alimentícios.

O monitoramento do ozônio é importante porque:

– O ozônio é simultaneamente um desinfetante forte, bem como um oxidante forte, de modo que o uso excessivo indiscriminado do ozônio pode causar danos oxidativos aos produtos alimentícios

– Saúde e segurança do trabalhador;

Gerador de Ozônio - Ozônio no processamento de alimentos

3. Ozônio no tratamento de água

A água necessária para o processamento de alimentos pode ser fornecida de diferentes fontes, incluindo, de um poço, rio ou lago. Se esta água ainda não tenha sido tratada, o ozônio pode ser de grande ajuda.

A concentração de ozônio na água em tratamento, deve ser determinada de acordo com as impurezas presentes na água afluente.

Para águas provenientes de lagos, rios, riachos, etc. o ozônio pode auxiliar na ação contra argilas floculantes, bem como de compostos químicos. A filtragem pode ser auxiliada pela oxidação de compostos orgânicos dissolvidos, otimizando assim os tempos de operação do filtro para retrolavagem.

O ozônio também pode servir como desinfetante quando a água tratada entra na fábrica de processamento de alimentos.

Gerador de Ozônio - tratamento de água

4. Ozônio para reciclagem e reutilização de água de processo

As águas residuais das fábricas de processamento de alimentos geralmente contêm altos níveis de contaminantes orgânicos.

Estes contaminantes orgânicos, de uma forma geral, são facilmente biodegradáveis e passíveis de tratamento biológico de águas residuais.

No entanto, este tipo de tratamento requer grandes áreas de armazenamento e tempo (cerca de 30 dias ou mais) para ser concluído.

O tratamento biológico é o método mais acessível de tratamento de águas residuais, exigindo a menor quantidade de energia adicionada do processador de alimentos.

Quando a área de armazenamento não está disponível, ou não há tempo suficiente para o bioprocessamento, o ozônio pode fornecer uma tecnologia para reduzir os níveis de DBO e COD e ainda, ajudar na desidratação do lodo, auxiliando assim na filtração.

Os efluentes bio tratados podem ser desinfetados com ozônio, evitando-se a desinfecção com cloro, além da formação de orgânicos clorados que passam para o meio ambiente e entram na cadeia alimentar.

Gerador de Ozônio - para lavar alimentos

5. Ozônio para lavar alimentos - inteiros ou cortados

Para esta aplicação, a água deve apresentar uma alta pureza e livre de organismos. Normalmente, não é utilizada água reciclada.

No entanto, devido às propriedades oxidativas do ozônio, muitos contaminantes orgânicos das águas de lavagem de alimentos são destruídos pelo ozônio, permitindo que a água de lavagem seja usada por um período mais longo antes do descarte.

A água de lavagem ozonizada para misturas de salada recém-cortadas pode posteriormente ser enviada para reciclagem. Enquanto isso, misturas de salada lavadas com ozônio podem ser lavadas com água clorada.

Desta maneira, é possível reduzir o uso de água, o uso de cloro e o volume de efluentes de águas residuais da planta simultaneamente, resultando em economias de custo significativas.

6. Ozônio para armazenamento de produtos alimentícios crus

Com base em pesquisas anteriores, a água para esta aplicação é tratada com ozônio a um nível apropriado para o alimento específico.

Os alimentos são lavados e depois embalados (às vezes permitindo a exposição ao ar, outras não).

Muitas vezes, os produtos alimentícios crus são armazenados em uma atmosfera contendo ozônio gasoso, onde a exatidão da concentração de ozônio é vital para proteger e conservar os alimentos.

Gerador de Ozônio - para alimentos crus

7. Ozônio na embalagem de alimentos

Os alimentos normalmente são limpos e embalados.

As uvas chilenas, por exemplo, são lavadas com água contendo ozônio (para diminuir os efeitos da contaminação do Rhizopus Stolonifer) e, a seguir, embaladas em sacos plásticos que respiram ar.

As cenouras são armazenadas em bolsas que respiram em ambientes que contêm ozônio. No entanto, quando finalmente embaladas para distribuição, as cenouras às vezes são embaladas em sacos plásticos lacrados. Tipos específicos de embalagem são necessários para alimentos específicos.

Quando a embalagem deve ser em sacos plásticos hermeticamente fechados, o tratamento com ozônio pode ser seguido por dióxido de carbono e/ou nitrogênio.

O ozônio desinfeta os microorganismos superficiais e, em seguida, os gases inertes eliminam todo o oxigênio remanescente que pode permitir o crescimento de organismos prejudiciais.

8. Ozônio para tratar o ar da sala de processo

Se os trabalhadores não estiverem presentes em uma sala de processamento de alimentos (circunstâncias raras – como um depósito), o ozônio pode ser aplicado em todo o ar da sala em níveis que sejam eficazes para os fins a que se destinam, mas que podem exceder os regulamentos do governo federal para o ozônio no ar.

Quando os trabalhadores estão presentes, o ar ambiente deve ser tratado com níveis de ozônio que estão abaixo dos regulamentos federais, e estes podem ser muito baixos para cumprir seu objetivo de tratamento de ar.

Nestes casos, o ar contaminado pode ser removido da sala, tratado com as quantidades apropriadas de ozônio, o excesso de ozônio destruído e o ar limpo então devolvido à sala de processamento.

Outra abordagem é montar lâmpadas UV geradoras de ozônio no teto da sala de processamento. Quando ligadas, essas lâmpadas produzem concentrações mais baixas de ozônio do que pela técnica de descarga corona usada para tratar grandes quantidades de água. Como o gás ozônio é ligeiramente mais pesado que o ar, ele cairá das lâmpadas ultravioleta do teto para o chão da sala de processamento. Dependendo do grau de odores presentes (por exemplo, uma sala de processamento de alho), os odores normalmente sobem, onde podem encontrar o gás ozônio que desce e serem eliminados.

Gerador de Ozônio - sala de processo

Uma alternativa é instalar geradores de ozônio nos cantos da sala e em posições elevadas (próximo ao teto ou forro da sala de processamento), sendo que cada equipamento deve ser equipado com temporizadores e sensores de presença.

Durante os períodos de ocupação humana, os geradores de ozônio devem permanecer desligados. Quando a fábrica fecha à noite, os temporizadores ligam automaticamente os geradores de ozônio e, em seguida, desligam-nos cerca de uma hora antes da ocupação humana.

Considerando que o ozônio gasoso geralmente se dissipa em uma hora, os trabalhadores só poderão entrar no ambiente de trabalho após 60 minutos. Para ter certeza de que não haverá ozônio acima dos níveis aceitáveis, antes dos trabalhadores retornarem ao ambiente; um ventilador deve ser ligado visando exaurir os últimos vestígios de ozônio da sala de processamento.

Essa abordagem não é adequada para odores pesados ​​ou odores que se desenvolvem rapidamente durante o processamento. Para odores suaves, este procedimento é uma solução simples.

Adicionalmente, o tratamento com ozônio reduz drasticamente o nível de mofo no ar da sala de processamento.

Outra aplicação do ozônio é em salas de atmosfera controlada, nas quais normalmente são armazenadas frutas com caroço ou maçãs. Estas são salas grandes usadas para preservar frutas colhidas no verão/outono para que possam ser vendidas durante o inverno/primavera, depois que os estoques de verão acabarem e os preços subirem. Nessas salas de armazenamento, as pressões negativas são usadas, juntamente com a inundação de gás nitrogênio à temperaturas reduzidas e uma baixa concentração de ozônio para controle de mofo e bolor.

Gerador de Ozônio - limpeza de plantas

9. Ozônio para lavagem e limpeza de plantas

Na linha produtos da MANÁGAS®, já existe o MANÁZON® portátil desenvolvido para lavagem de alimentos com ozônio, sendo que este equipamento foi especialmente projetado para gerar um fluxo de água pressurizada que contém algumas partes por milhão de ozônio dissolvido na água.

A solução está sob pressão, portanto, a corrente aquosa pode realizar as funções normais de lavagem com água.

No entanto, devido à presença de ozônio dissolvido, onde quer que o spray aquoso entre em contato com uma superfície, os microorganismos naquela superfície serão eliminados pelo ozônio.

Uma modificação especial desta aplicação para o ozônio é a lavagem das botas e aventais impermeáveis ​​dos trabalhadores, ao sair da sala de processamento. As botas são penduradas em prateleiras especiais fora da sala de processamento de alimentos e são enxaguadas com água contendo ozônio do lavador de água com ozônio portátil.

As lavagens com ozônio podem substituir os procedimentos de lavagem que utilizam desinfetantes fortes. Eles geralmente são usados ​​quando uma lavagem rápida é necessária durante os intervalos e mudanças de turno.

A água ozonizada não afeta adversamente os produtos deixados nos transportadores e nas mesas de corte. Esses mesmos produtos borrifados com desinfetantes contendo cloro e/ou peróxido precisariam ser descartados.

As lavagens com ozônio podem limpar muitos alimentos e superfícies de recipientes, no entanto, eles não fornecem proteção microbiana residual.

Gerador de Ozônio - transporte de alimentos

10. Ozônio no transporte de alimentos


Até 30 por cento de todas as remessas de produtos são, de alguma forma, adversamente afetadas pela contaminação microbiana antes de chegarem ao consumidor.

Essa estatística não leva em conta a perda potencial por amadurecimento excessivo, bem como o fato de que os alimentos orgânicos estão ainda mais em risco por causa da ausência de produtos químicos tradicionais, como fungicidas.

O uso de tecnologia de ozônio, juntamente com monitoramento de proteção de carga, pode reduzir o risco de perdas, melhorar a segurança alimentar e garantir chegadas de alta qualidade, mantendo o frescor pós-colheita em viagens de longa distância.

O ozônio é usado para matar fungos, leveduras, bactérias e vírus causadores de cáries e doenças no ar e em superfícies, bem como para consumir e regular os níveis de etileno.

O ozônio atua como um poderoso desinfetante livre de resíduos que imediatamente se reverte em oxigênio, deixando as características de sabor, textura e cheiro do produto em seu estado natural.

Para o envio de produtos frescos ao redor do mundo, o ozônio pode estender o frescor, minimizar a decomposição e reduzir os agentes patogênicos sem o uso de produtos químicos.

Detecção, comunicação, monitoramento, alerta e relatórios sofisticados de todas as variáveis ​​críticas, como temperatura, concentrações de Oxigênio, Dióxido de Carbono e Ozônio, horário, data, localização, etc. podem garantir a chegada segura e fresca de alimentos e ajudar a melhorar continuamente a eficiência em que alimentos seguros e frescos são entregues ao mercado.

Guia Completo sobre Misturadores de Gases e suas diversas aplicações

11. Dúvidas - Conclusão - Ozônio na estocagem e processamento de alimentos

DÚVIDAS em Ozônio na estocagem e processamento de alimentos?

Qualquer dúvida em relação ao tema “Ozônio na estocagem e processamento de alimentos”, por favor entre em contato. Aproveite e conheça nossa linha de geradores de ozônio MANÁZON®.

Conheça a linha de geradores de ozônio MANÁZON®

Gerador do ozônio MANÁZON® COMPACT – higienização e oxi-sanitização de ambientes até 100 m³

Gerador de ozônio MANÁZON® DIGITAL – higienização e oxi-sanitização de ambientes até 250 m³

Gerador de ozônio MANÁZON® POWER – higienização e oxi-sanitização de ambientes ate 500 m³