Misturadores de Gases, Analisadores de Gases, Reguladores de Pressão e Válvulas

Guia Completo sobre Misturadores de Gases e suas diversas aplicações

Autor: Miguel Gil

contato@managas.com.br

Processo de Soldagem - Corte Plasma - Respectivos Gases de Solda

Abaixo, apresentamos algumas perguntas comuns e respectivas respostas referentes aos processos de soldagemcorte plasma e gases utilizados

Misturador de Gases para Solda MIG MAG TIG, Corte Plasma, Corte a Laser, Tratamento Térmico e Gases para Solda

ÍNDICE:

1. Qual o gás usar para solda MIG MAG?

Para solda MIG utilizar Argônio (Ar) ou Hélio (He) como gás de solda. Soldagem MIG indicado para o processo de soldagem de materiais não ferrosos tais como alumínio, cobre, bronze e respectivas ligas.

Para solda MAG utilizar Dióxido de Carbono (CO2) ou misturas de gases como gás de solda. Note que a solda MAG demanda um gás ativo, onde existe a interação com a poça de fusão. Indicado para a solda de metais ferrosos.

2. Na solda MIG e solda MAG, qual a diferença entre os gases de solda?

Argônio (Ar) – Gás inerte. O gás Argônio para solda MIG ou solda MAG pode contribuir em ambos os processos, puro ou em combinações/misturas com outros gases para otimizar as formações de arco elétrico, necessários para a solda de metais ferrosos e não ferrosos. Na solda MIG, indicado para alumínio e bronze nas operações de preenchimento.

Hélio (He) – Gás Inerte. Na solda MIG, indicado para cordões de solda mais largos, menor profundidade, mais produtividade pela maior velocidade de soldagem (em comparação ao argônio). Hélio apresenta alta condutividade térmica, transferindo mais calor para a peça e tornando o cordão mais “fluido”. Em relação ao Argônio, o Hélio apresenta custo mais alto.

Dióxido de Carbono (CO2) – Gás Ativo. No processo de solda MAG protege o material sendo soldado, pois não permite o aumento extremo da temperatura e, desta maneira conserva suas propriedades mecânicas e ainda gera um cordão de solda com maior profundidade e resistência mecânica. Como gás de solda único, o CO2 forma arco turbulento e provoca muito respingo.

Gases para Solda - Mistura de gás para Solda MIG MAG

Argônio (Ar) Inerte + Dióxido de Carbono (CO2) – Ativo. Ideal, pois gera cordão de melhor aparência e menos respingo. Comum apresentar baixa penetração na região da solda, mas o aumento da concentração de Argônio na mistura de gases aumenta a profundidade do cordão. O teor de Argônio na mistura pode ser entre 60 a 80%.

3. Qual o gás utilizar para solda TIG?

Para solda TIG, o gás de solda mais comum é o Argônio. No entanto, visando maximizar rendimento, qualidade e produtividade existem opções de misturas de gases combinando Argônio e Hélio e ainda, Argônio e Hidrogênio.

4. Para corte plasma, qual o gás ou mistura de gases ideal? Mistura Argônio-Hidrogênio, Nitrogênio, Oxigênio ou Ar Comprimido tratado para Corte Plasma?

Para corte plasma se utiliza um gás ativo ou inerte, ionizado, como atmosfera para condução elétrica do plasma, o qual será atuará sob a peça de aço carbono, aço inox ou alumínio que será cortada.

A atmosfera de condução elétrica do plasma também pode ser formada por misturas de gases e, a escolha destes gases depende da espessura da peça, qualidade e velocidade do corte plasma.

Ar Comprimido – precisa ser tratado para retirar as partículas, mas tem baixo custo e alta disponibilidade e pode ser utilizado para corte plasma de aço carbono, inoxidável e alumínio.

Oxigênio – indicado principalmente, para corte plasma de aço carbono.

Nitrogênio – para corte plasma de aço inox e alumínio, o Nitrogênio apresenta alto rendimento do consumível, qualidade e velocidade de corte.

Mistura Argônio/Hidrogênio – indicado para maximizar o rendimento de máquina e corte plasma de espessuras acima de ½ polegada para aço inoxidável e alumínio espesso.

5. Nos gases para solda, porque adicionar pequenas concentrações de Oxigênio no Argônio?

1. Estabilização arco elétrico;
2. Aumento da taxa de fusão do arame;
3. Reduz a corrente de transição para Spray;
4. Melhor perfil do cordão de solda;
5. Melhor molhabilidade.

6. Vantagens dos Gases para Solda - Misturas de Argônio e Oxigênio

Gás para solda – mistura de Argônio / 1% de Oxigênio serve para:
 
a) Utilizada para transferência por aerossol em aço inox;
b) Melhor estabilização do arco;
c) Melhor taxa de gotejamento;
d) Melhor aparência do cordão de solda.
 
Gás para solda – mistura de Argônio / 2% de Oxigênio serve para:
 
a) Utilizada para transferência por aerossol em aço carbono, aço baixa liga e aço inox;
b) Melhor molhabilidade que a mistura com 1% de Oxigênio;
c) Não apresenta diferença no desempenho das propriedades mecânicas e corrosão das soldas realizadas com 1 ou 2% de Oxigênio.
 
Gás para solda – mistura de Argônio / 5% de Oxigênio serve para:
 
a) Ideal para aço carbono;
b) Poça de fusão mais fluída;
c) Possibilita aumento da velocidade e soldagem, mais produtividade.
 
Gás para solda – mistura de Argônio / de 8% a 12% de Oxigênio serve para:
 
a) Destinada a solda monopasse;
b) Para definição da composição química do arame de solda considerar alto potencial de oxidação da mistura;
c) Para transferência por spray ou aerossol, apresenta menor corrente de transição e maior fluidez da poça de fusão.
 
Gás para solda – mistura de Argônio / de 12% a 25% de Oxigênio serve para:
 
a) Uso restrito, pois, as vantagens e benefícios são questionáveis quando comparado a mistura de 8 a 12 % de Oxigênio;
b) Fluidez excessiva da poça de fusão;
c) Espessa camada de escória sobre a superfície do cordão de solda com difícil remoção;
d) Na mistura de 25% de Oxigênio em Argônio, soldas íntegras com reduzida formação de porosidade.
 

7. Vantagens dos Gases para Solda - Misturas de Argônio e Dióxido de Carbono

Destinadas para solda de aço carbono, aços de baixa liga e em alguns casos aços inoxidáveis. A mistura de Argônio e Dióxido de Carbono reduz a taxa de respingo. Uma baixa concentração de Dióxido de Carbono na mistura com Argônio faz com que a transferência em aerosol seja semelhante a mistura com pequenos teores de Oxigênio.
 
No caso da mistura com Dióxido de Carbono, as correntes de transição têm valores maiores. Correntes um pouco maiores devem ser atingidas com a adição de CO2 na mistura para o processo de solda MIG MAG, visando estabilizar a transferência de metal em aerossol através do arco elétrico.
 
Na transferência por aerosol, a adição de Oxigênio reduz a corrente de transição. Na mistura de gases em combinação com Argônio e acima de 20% de Dióxido de Carbono, o processo apresenta instabilidade na transferência por aerossol e as transferências passam a ser por curto circuito e/ou globular.
 
Gás para solda – mistura de Argônio / de 3 a 10% de Dióxido de Carbono serve para:
 
a) Utilizada em aço carbono com transferência por curto circuito e aerossol;
b) Mistura de Argônio com 5% de Dióxido de Carbono são ideais para peças espessas de aço de baixa liga em processo de solda MIG pulsada fora de posição;
c) Menor oxidação em comparação a mistura 98% Argônio / 2 % Dióxido de Carbono;
d) Na substituição do Oxigênio por Dióxido de Carbono nas misturas para solda é possível obter maiores penetrações e menor porosidade;
e) Em termos de molhabilidade, quando comparamos com misturas para solda contendo Oxigênio, será necessário dobrar a concentração de Dióxido de Carbono para alcançar o mesmo efeito.
f) Com concentrações de Dióxido de Carbono entre 5 a 10%, o arco se torna definido e forte, fazendo com que a poça de fusão fica muito mais fácil de controlar.

DÚVIDAS no Processo de Solda e Corte Plasma - Respectivos Gases de Solda?

Qualquer dúvida em relação ao Processo de Solda e Corte Plasma –  Respectivos Gases de Solda, por favor entre em contato. Aproveite e conheça nossa linha de misturadores de gases para solda.

Solda - Misturador de Gases

Misturador de gases para o processo de solda, que permite a mistura entre 02 gases, com controle da vazão e pressão de saída. Modelo com 1 saída de mistura variável/ajustável.

Misturador de Gases para Solda MIG MAG TIG, Corte Plasma, Corte a Laser, Tratamento Térmico

Misturador de gases para o processo de solda, que permite a mistura entre 02 gases, com controle da vazão e pressão de saída. Modelo com 1 saída de mistura variável/ajustável.

Misturador de Gases para Solda MIG MAG TIG, Corte a Laser

Misturador de gases para o processo de solda, que permite a mistura entre 04 gases. Modelo com até 4 saídas fixas.

Misturador de Gases para Solda MIG MAG TIG - Gases para Solda

Misturador de gases para o processo de solda, que permite a mistura entre 02 gases, com controle da vazão e pressão de saída. Modelo com 1 saída de mistura variável/ajustável, segundo estágio.

Misturador de Gases para Solda

Misturador de gases para o processo de solda, que permite a mistura entre 02 gases, com controle da vazão e pressão de saída. Modelo com 1 saída de mistura variável/ajustável, cilindro.

Misturador de Gases para Solda MIG MAG

Misturador de gases para o processo de solda, que permite a mistura entre 02 gases, com ajuste da concentração e controle da vazão. Modelo com 1 saída de mistura variável/ajustável.

Misturador de Gases para Solda, Corte Plasma, Corte a Laser, Tratamento Térmico e Gases para Solda

Misturador de gases para o processo de solda, que permite a mistura entre 03 gases, com ajuste da concentração e controle da vazão. Modelo com 1 saída de mistura variável/ajustável.